Semana Nacional de Prevenção à Gravidez na Adolescência

Ministério quer reduzir os índices de infecções sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência, decorrentes da iniciação sexual precoce

Na semana em que se celebra a Prevenção à Gravidez na Adolescência, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) realiza uma série de ações de conscientização, com o fim de fomentar as discussões sobre o tema.

 “Estamos trabalhando para que nossas crianças e adolescentes possam ter acesso direto às informações necessárias para que exerçam sua sexualidade com responsabilidade, de maneira saudável e no tempo certo. Queremos reduzir os índices de gravidez na adolescência e das doenças sexualmente transmissíveis”, diz o secretário nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNDCA), Maurício Cunha.

O objetivo é apresentar diretrizes para a implementação de ações governamentais relacionadas à prevenção do início sexual precoce e da gravidez de crianças e adolescentes. O tema será abordado sob o ângulo da proteção e efetivação dos direitos desse público.

 

Histórico

Instituída pela Lei nº 13.798/19, a Semana Nacional de Prevenção da Gravidez na Adolescência é celebrada no período do ano que inclui o dia 1º de fevereiro. Dados da OMS divulgados em 2017 revelaram que na América Latina e no Caribe, a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo, superada apenas pela média da África.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.